Pesquisar
Pesquisar
Ir para o site
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

7 dicas para motoqueiros na chuva não darem bobeira

Não importa se você é um piloto profissional ou amador, andar de moto na chuva nunca é agradável. Mas se um temporal te pegou desprevenido e não há alternativa a seguir adiante, é hora de redobrar a atenção e lançar mão de toda a sua habilidade para garantir a segurança na estrada, afinal não é só a roupa de chuva de motoqueiro que vai te proteger.

Aqui vão sete dicas muito importantes para que, nos dias de chuva, você se sinta um “peixe dentro d’água!”

Dicas indispensáveis para motoqueiro na chuva

1. Motoboy + chuva = precaução é tudo!

Como ninguém controla a natureza, a chuva pode aparecer de imprevisto, sobretudo durante o verão e seus conhecidos temporais! Portanto, se possível sempre ande com roupas de chuva na moto, seja na parte debaixo do assento ou no baú.

E se há uma ameaça de pancadas de chuva ou as gotas começaram a cair, saia de casa já vestido com as roupas adequadas. Mesmo que leve mais tempo e seja até um pouco incômodo, é melhor se vestir no seco e manter a roupa de baixo intacta do que ter que parar sob a chuva para se trocar. Além de pouco prático é extremamente perigoso, principalmente se você estiver em uma estrada.

2. Atenção às botas de chuva para motoqueiro

A melhor maneira de não molhar os pés é colocando uma bota de chuva de cano médio ou alto. Tenha ainda no seu “kit chuva” um par de meias para poder trocar caso entre água pela panturrilha.

E o mais importante: devido à sola emborrachada e grossa, é normal sentir diferença no contato dos pés com os pedais. O cuidado, portanto, deve ser redobrado!

3. Com…tato ao pilotar na chuva!

Quando dirigimos sob condições mais críticas, todos os movimentos devem ser reduzidos em comparação aos adotados no tempo seco. É preciso ser extremamente cauteloso, marcando bem cada movimento e evitando ações bruscas.

Busque inclinar-se o mínimo possível, para que a área de contato do pneu com o solo seja maior. As acelerações também devem ser suaves e os semáforos podem ser as primeiras armadilhas, porque acelerar acentuadamente em uma passagem para pedestres pode nos fazer perder o controle, mesmo sem perceber.

4. O desafio do capacete ao andar de moto na chuva

Dirigir com a chuva caindo no capacete é desagradável e perigoso. Além da dificuldade de enxergar, a respiração com o capacete todo fechado acaba embaçando a viseira. Para evitar isso, é aconselhável deixá-la um pouco aberta para que o ar possa circular. Se não for possível, use uma cobertura nasal.

Para os precavidos, as dicas são: lave a viseira com detergente para repelir a água e use um spray antiembaçante. Ah, e fique atento ainda ao vapor dos espelhos retrovisores, que embaçam rapidamente ao entrar em um túnel, por exemplo.

5. Distância segura quando falamos de chuva e moto

Este ponto já é necessário, e se torna ainda mais obrigatório em dias de chuva. Por isso, dobre a distância de segurança entre você e o veículo à frente. Desta forma você ganha mais tempo para reagir com antecedência e ainda evita levar um banho de água das rodas do carro.

Antecipar e prever os movimentos dos outros para não ser de surpresa deve ser uma constante no bom manual de qualquer motorista ou piloto.

6. Motociclista na chuva: pneus em dia e luzes acesas

Como a largura dos pneus de moto não permite evacuar tanta água quanto as quatro rodas de um carro, a importância de um bom pneu é ainda maior. Um modelo misto com boas ranhuras é a solução. Nestes casos, as scooters de rodas altas apresentam um desempenho melhor devido à sua maior estabilidade.

Quanto às luzes, deve-se sempre dirigir com as luzes dos faróis ligadas.

7. Preservando a moto, um ponto importante para o motoqueiro na chuva

Tenha sempre dois panos secos no seu “kit chuva”. O primeiro você usará quando chegar ao destino, para secar as partes mais sensíveis de moto, como o painel de instrumentos, discos de freio etc. O segundo para secar o assento na hora de voltar. E, passada a chuva, lembre-se de lubrificar a corrente da moto.

Sabia que a sua moto é aceita pela Suhai Seguradora, com um preço até 80% menor que o seguro completo? Confira!

Somos especialistas em cuidar do que é seu e por este motivo, aceitamos sua moto de qualquer marca, modelo ou ano, e ainda com preços que chegam a custar até 80% mais baratos que um seguro completo!

Peça uma cotação personalizada para seu corretor. Se não tiver, solicite um no site da Suhai Seguradora: https://suhaiseguradora.com