Faça sua cotação

É Essencial. É Seguro. É Suhai.

BLOG DO CONDUTOR

Qual o momento ideal para trocar o óleo da moto?

Publicado por Vanessa Luchini em 12-03-2018 10:30

-qual-o-momento-ideal-para-trocar-o-oleo-da-moto.jpg

No dia a dia de todo motociclista, estar atento ao óleo da moto é essencial, afinal, esse produto é responsável por reduzir o atrito entre as peças internas do motor e garantir a limpeza e a fluidez de seus componentes — o que aumenta a vida útil do veículo.Se você não trocar o óleo regularmente, pode perceber uma queda na potência do motor e ter que arcar com gastos inesperados no futuro, seja para repor peças seja para comprar um motor novo.

Você sabe qual é o momento certo para trocar o óleo da moto? Confira nossas dicas e fique por dentro do assunto!

Consulte as informações do manual

O manual do veículo serve como um guia para o motociclista, pois possui as informações necessárias para garantir a manutenção adequada da sua moto. Entre essas informações está o tipo certo de óleo do motor e o momento ideal para realizar a troca.

Como marcas e modelos diferentes precisam de indicações específicas de quando a troca de óleo deve ser feita, lembre-se de consultar o manual para saber qual é a hora certa de procurar uma oficina.

Fique de olho na quilometragem rodada

Cada moto possui um intervalo de troca de óleo diferente e que deve ser seguido à risca. Graças à evolução do produto nos últimos anos, a quilometragem ideal aumentou consideravelmente.

Para motos tradicionais de pequeno porte, o intervalo geralmente é curto, de cerca de 2 mil quilômetros. A Yamaha YBR 125 Factor, por exemplo, deve ter o óleo de motor trocado a cada 3 mil quilômetros. Já a Honda CG 150 Titan tem um período de troca um pouco maior, de 4 mil quilômetros.

De maneira geral, os melhores lubrificantes sintéticos nunca devem rodar mais de 8 mil quilômetros, principalmente em motos que andam muito pela cidade.

Conheça o prazo de validade do óleo

Você sabia que o óleo possui prazo de validade? Essa informação muitas vezes é esquecida pelos motociclistas e pode gerar prejuízos, como:

• perda de suas propriedades de lubrificação, o que aumenta o acúmulo de partículas e o atrito entre as peças;
• comprometimento do motor e da potência da moto;
• dificuldade de colocar a posição “Neutro” no câmbio;
• engates mais duros do que o normal.

O óleo vale por um período de 6 meses a partir do dia em que a embalagem foi aberta, independentemente da quilometragem rodada. Isso quer dizer que mesmo que sua moto fique parada por 6 meses, você deverá trocar o óleo após esse período.

Preste atenção nos aspectos gerais do motor

Seu motor está rodando melhor do que o normal? Esse pode ser um sinal de que é hora de trocar o óleo da moto! Na falta do lubrificante, o motor fica mais solto e roda mais livremente, mas isso dura pouco tempo.

Outro indício da falta de óleo é o aumento do barulho do motor, pois ele vai precisar trabalhar mais para conter o atrito. Além disso, o óleo funciona como um isolante acústico.

Importante

Manter a revisão da sua moto é essencial para sua segurança, pois além de prevenir acidentes, problemas mecânicos e gastos desnecessários, você economiza para contratar um seguro para a sua moto, afinal imprevistos mecânicos e eventuais acidentes você até pode evitar, mas o furto e roubo não. Com a Suhai Seguradora, o Seguro Exclusivo de Furto e Roubo tem preços muito acessíveis, chegando até 80% menos que o seguro completo, e você ainda conta com assistência 24h em todo o Brasil. A Suhai cuida da sua moto e você pode circular por aí sem se preocupar com imprevistos.

Gostou de saber qual é o momento ideal para trocar o óleo da moto? Aproveite para deixar seu comentário e compartilhar o que você achou do post!

Cotação seguro roubo furto moto

Categorias: Segurança, Moto, Prevenção

Escrito por Vanessa Luchini

Vanessa Luchini é a coordenadora de marketing da Suhai Seguradora. Com mais de 15 anos de experiência atuando em grandes Agências de Publicidade, ela cuidou de importantes marcas e empresas de diversos segmentos, desde redes de varejos até líderes em tecnologia e bancos. Mais do que ninguém, ela acredita na responsabilidade do marketing como moderador entre produtos e pessoas. Para ela, a internet não permitiu apenas a conexão entre computadores, mas também foi responsável por conectar empresas com seu público, gerando uma relação mais honesta e transparente. Apaixonada por cães, dançar e curtir a família.


Últimas notícias

Assine nosso blog para receber nossos artigos por e-mail

eBook: Será que meu carro pode ser segurado?
Seguro para Moto
Seguro p