Faça sua cotação

Blog do Condutor

O que mudou após a redução dos limites de velocidade em São Paulo?

Publicado por Patrick Faria em 04-03-2016 16:43

o-que-mudou-apos-a-reducao-dos-limites-de-velocidade-em-sao-paulo.jpg

 Desde o dia 20 de julho do último ano, os limites de velocidade permitidos nas marginais caiu de 90 km/h para 70km/h nas pistas expressas - uma redução de 22,23% -, de 70 km/h para 60 km/h nas pistas centrais - uma redução de 14,29% - e de 60 km/h para 50 km/h nas pistas locais - uma redução de 16,67% -, enquanto que para ônibus e caminhões a redução foi também de 70 km/h para 60 km/h. A proposta da prefeitura de São Paulo foi clara e objetiva, reduzir o número de acidentes e, consequentemente, de mortes no trânsito, e até mesmo os congestionamentos. Mesmo diante de possíveis impactos positivos como estes, boa parte da população não viu a mudança com bons olhos e não acredita em sua efetividade.

Passados 7 meses da adoção da medida, você já conhece o que os números e as estatísticas tem para dizer a respeito disto? Não? Então confira abaixo!

 

Redução na lentidão

REDUCAO-NA-LENTIDAO.jpegUma comparação entre 20 de julho a 13 de Setembro dos anos de 2015 e 2014 mostrou que, após a redução dos limites de velocidade, a lentidão diminuiu nas marginais. No horário de pico da manhã foi observada uma redução de 11%, enquanto no horário de pico da noite a redução foi ainda maior, chegando a atingir 14%. Entretanto, fora dos horários de pico, a lentidão aumentou 7%, o que fez com que, na média do dia, a lentidão tenha caído 6%. 

Mas como é possível estes números se os carros estão andando mais devagar? Isto acontece porque a lentidão de uma avenida está mais ligada ao esgotamento de sua capacidade do que à velocidade em que os carros trafegam por ela. A lógica por trás deste fenômeno é bem simples, afinal, quanto mais rápido estiver um veículo, maior deverá ser a distância de segurança que deve ser mantida pelo veículo de trás e isto, obviamente, aumenta os espaços vazios e diminui a capacidade das marginais.

 

Redução no número de acidentes

Reducao-no-numero-de-acidentes.jpgA prefeitura de São Paulo observou uma redução considerável no número de acidentes após a vigência da medida, principalmente no número de acidentes com vítimas fatais. Para comprovar esta afirmação, foram analisados dados de Setembro de 2014 e 2015, onde se observou uma redução de 12,8% no número de acidentes com feridos e de incríveis 50% no número de acidentes com mortes.

Esta variação tão distinta acontece porque a energia cinética contida no veículo não varia de forma diretamente proporcional à variação da velocidade, mas sim ao seu quadrado. Para que se tenha uma idéia, um impacto a 70 km/h é 22% mais lento que um impacto a 90 km/h, mas o choque no primeiro é 40% menor do que no segundo.

Segundo especialistas, nos casos de um atropelamento a 32 km/h, por exemplo, apenas 5% das vítimas morrem, enquanto 65% sofrem algum tipo de lesão e 30% saem completamente ilesas. Quando a velocidade passa a ser de 48km/h, o aumento de 16 km/h representa um aumento de 40% no número de vítimas fatais, enquanto se dobrarmos a velocidade inicial para 64 km/h, o número de mortes aumenta 80% e atinge a casa dos 85%. Isto acontece porque a distância necessária para frenagem de um veículo também não varia de forma diretamente proporcional, ou seja, a metade de uma velocidade 90 km/h, por exemplo, precisa de menos da metade do espaço necessário para parar o veículo completamente.

 

Restou alguma dúvida, gostaria de compartilhar como tem sido sua experiência no trânsito após a redução dos limites de velocidade nas marginais? Deixe seu comentário abaixo!

Fonte de Imagens: suhai.sg/1LYM8Mm suhai.sg/1TwlIcK1TwlIcK 

Cotação Seguro Veículo

 

Categorias: Curiosidades

Escrito por Patrick Faria

Patrick Faria é o coordenador de marketing da Suhai. Para ele, a comunicação é fundamental para conectar as pessoas. O que mais fascina o marqueteiro é saber que ele pode interagir, dividir conhecimento e trocar experiências com diversas pessoas em qualquer lugar. Patrick também adora cozinhar e criar novos pratos. Ele acredita que a culinária é uma mistura de arte e química.


Últimas notícias

Assine nosso blog para receber nossos artigos por e-mail

eBook: Será que meu carro pode ser segurado?
New Call-to-action
Seguro para caminhão
Pesquisar no Blog